O "V" Palavra

Two years ago, Eu nunca tinha sequer ouvido falar da palavra "V". Agora não é só uma palavra que eu uso centenas de vezes por dia, mas um que eu encontrei provoca uma grande variedade de reações de pessoas: do orgulho à vergonha, de boas-vindas ao medo, de saber à ignorância, da admiração ao nojo, da felicidade para a raiva. I always knew words were powerful but it amazes me everyday to see the impact, positiva ou negativa, deste pequeno, two-syllable word – Vegan.

Se você procurar a palavra "vegan,"Você vai encontrar vários semelhante, ainda um pouco diferente, definições. Porém, eles compartilham o mesmo tema: vegans são vegetarianos "rígidas", vegans procurar não consumir ou utilizar produtos de origem animal de qualquer espécie, veganismo não é apenas uma dieta, mas também um estilo de vida. Para mim, o processo de aprendizagem é muito mais do que essas definições. I will tell my story in a later post but for now, I want to say that I amor, amor, amor being a vegan.

Então, muitas pessoas que eu conheço têm medo de dizer a suas famílias e amigos eles são vegan (ou vegetariano) for fear of being rejected or laughed at or criticized. Eles se escondem seu veganismo, que, para mim, é triste e não faz sentido. Por que alguém deveria esconder a sua compaixão, enquanto a maioria da população mundial se engaja em direito crueldade a céu aberto? As pessoas que eu conheço fizeram piadas, sentiu a necessidade de manter seus sanduíches cheios de carne na minha cara a forma como uma criança se balançar uma aranha assustador na frente de alguém, e tentei argumentar os fatos ("Como você sabe as plantas não sofrem?") Outros admitiram que conhecem os animais sofrem, mas eles não querem "realmente sabem", porque então eles vão ter que fazer algo sobre isso. Eu disse garçons e amigos que eu sou vegetariano ou vegan só para perguntar se eu comer peixe ou frango. No entanto, outras pessoas têm me mostrado respeito e aceitação, felizmente comer em restaurantes vegan comigo, deliciando-se com a generosidade colorido de delicioso, comida livre de crueldade.

Tenho orgulho de ser vegan. Eu uso t-shirt e botões que proclamam a minha veganismo. Meu escritório tem cartazes, sinais, e panfletos sobre a escolha de compaixão. While I do not try to impose my beliefs on others, I silently pray someone will ask me why I am not eating meat so I can proudly state, “I AM A VEGAN.” They might reply with “you’re a what?” and that just gives me an opportunity to teach someone the “V” word that I learned not even two years ago. Tornando-se um vegan é a minha maior realização. Deu a minha vida um novo sentido de propósito e direção. Eu quero que os outros sentir o mesmo caminho. I want to help bring the “V” word into the mainstream and let vegan voices speak out loud and proud!

(Visitado 92 vezes, 1 visitas hoje)

, ,

5 Responses to O "V" Palavra

  1. Mama On the Move Agosto 22, 2011 em 9:05 pm #

    Ótimo post, as a newbie to the South, from Vegan friendly Boulder, CO , I have been struggling, internally and out with this subject, saying thev” palavra.

    Sometimes, Eu uso “I’m a vegetarian, I also don’t eat dairy, ovos, butter or fish, carne de porco, poultry, or any red meat

    Que “geralmente” works 😉

  2. purplelady Abril 20, 2011 em 7:08 em #

    Rhea, I was one of those ‘closet’ vegans. Many people my age would laugh, and try to humiliate me, but I am over that now….I am Vegan, i am Woman, and I am Proud !

  3. gingervista Janeiro 4, 2010 em 4:29 em #

    Ok, so made the Hoppin’ John recipe & it doesn’t look anything LIKE the picture! Tastes good, except for one thing: even tho’ I followed recipe, the rice did not cook completely, so I have slightly crunchy HJ. Anything I could do now that it’s all done/refrigerate/frozen?
    Thx.

  4. Maddy Avena Agosto 23, 2009 em 2:15 pm #

    Hey Rhea! You probably don’t know that I came out queer at 40. So many of your feelings and reactions of your own and others’; both positive and negative, were very much a part of my landscape when I finally came out. When I finally connected the disconnected parts of self and said, “I’M QUEER!” I felt more in step with my own rhythm that I ever had before. Sort of just like you sound here 🙂
    Beauty on your journey,
    Maddy

  5. LibraryGuy Agosto 23, 2009 em 4:44 em #

    Pride is a positive emotion, and your story should inspire others to feel the same way. Your journey is one many can empathize with.

Site por Vegan Web Design


Contador fornecida pela Orange County gestão da propriedade